Cândido Malta: Paisagem Urbana traduz o bem estar da cidade

“A paisagem urbana traduz a cultura de uma cidade, de uma região, ela é o resultado da ação humana sobre a paisagem natural”. A afirmação é do arquiteto e urbanista Candido Malta Campos Filho. Segundo ele, o planejador deve conhecer a história de cada lugar, valorizar o que há de positivo nessa herança e criticar e corrigir o que de errado tem provocado a deterioração dos espaços públicos e contribuído com a queda da qualidade de vida da população.

Nesse sentido, a especulação imobiliária, presente em várias cidades brasileiras, tem contribuído com a baixa qualidade de vida e, consequentemente, com a deterioração da paisagem urbana.
Faz-se necessários que os gestores públicos não permitam que o planejamento urbano seja pautado por interesses que não levem em consideração o bem estar nas cidades.

 

Aqui em São Paulo, a Lei Cidade Limpa interferiu de forma contundente na paisagem da capital, contribuindo com a melhoria da qualidade de vida da população. Já que muitos paulistanos consideravam a poluição visual, assim como a sonora e a do ar problemas crônicos e sem solução.

Com a retirada de propaganda desordenada, a cidade viu ressurgir parte da história que estava escondida atrás de fachadas de lojas e prédios de uso comercial.
O Congresso de Paisagem Urbana, na opinião de Cândido Malta, deve trazer propostas de soluções criativas que possam contribuir com a melhoria da paisagem urbana nas cidades brasileiras.

Tags: ,

%d blogueiros gostam disto: